Massagem no Bebé

Um toque é suficiente para sabermos que não estamos sós no mundo. O sistema táctil é o primeiro a desenvolver-se no feto (7ª/8ª semana), a mielinizar-se e a tornar-se funcional. É através do sistema táctil que o bebé/criança recolhe primariamente informações acerca do seu corpo e das suas relações com o meio ambiente, funcionando como fonte de aprendizagem.

A massagem infantil funcionará como uma construção entre pais e bebé que terá como base amor, confiança, sincronia, calor, relaxamento, vínculo, calor e contacto visual.

A massagem no bebé é uma forma poderosa de comunicação que ajuda a fortalecer os laços emocionais dos pais com o bebé, aproximando-os ainda mais. A massagem do bebé é considerada como tendo efeitos positivos em todos os sistemas do corpo, nomeadamente:

  • Facilita o crescimento e o desenvolvimento dos recém-nascidos, das crianças e dos adolescentes;

  • Reduz o stress e induz o relaxamento;

  • Reduz alguns tipos de dor;

  • Promove alterações do sistema imunitário (diminui os níveis das hormonas do stress/catecolaminas e aumenta os níveis de serotonina);

  • Estimula o sistema circulatório e favorece o ritmo cardíaco e a respiração;

  • Facilita a digestão e a evacuação;

  • Aumenta o estado de alerta;

  • Diminui a depressão e ansiedade;

  • Aumento do peso;

  • Aumento da performance no desenvolvimento motor e da coordenação permitindo uma melhor organização nos movimentos;

  • Aumento da imagem corporal e auto-estima;

  • Promove um sono calmo;

  • Alívio da dor (com aparecimento dos dentes, obstipação);

  • Redução das cólicas;

  • Facilita a relação/vínculo pais-bebé;

  • Manutenção do bem-estar;

  • Permite o conhecimento do corpo e do seu bebé;

  • Aumenta a função endócrina.

%d bloggers like this: